22 de setembro de 2020

Saiba como ter uma pele mais firme e elástica: Protocolo Body Up e Face Up

em fundo branco há uma mulher, é possível ver o lado direito do seu torso, a parte inferior do seu rosto, o braço direito e a mão esquerda. Ela é branca e não usa roupas. Com a mão esquerda ela aperta a parte de baixo do braço direito, mostrando a pele flácida.

O colágeno é considerado a proteína da beleza. E isso não é em vão, já que é ele que mantém a pele estruturada, firme e elástica. No entanto, a partir dos 25 anos a produção dessa substância pelo organismo começa a diminuir, podendo chegar a 2% ao ano a partir dos 30, o que ocasiona a flacidez. No caso das mulheres, a perda de colágeno é ainda maior nos períodos da pré-menopausa, no climatério, na pós-menopausa e durante outras alterações hormonais.

Assim, para manter a cútis em dia, além de adotar uma rotina de cuidados e hábitos saudáveis, existem procedimentos que podem ajudar. Entre eles, os bioestimuladores de colágeno vêm se destacando. Eles estimulam o corpo a produzir o colágeno, melhorando a qualidade da pele. Aqui na Clínica, nós desenvolvemos o Protocolo Body Up e Face Up, que usa essas substâncias para deixar tanto o rosto quando o corpo lá em cima! Veja no artigo de hoje como funciona esse protocolo!

Bioestimuladores no combate a perda de colágeno

A falta de colágeno pode acelerar o processo de envelhecimento da pele, uma vez que junto da diminuição dessa proteína acontece a perda da hidratação e elasticidade, ocasionando o aparecimento de rugas e estrias. Os bioestimuladores são ativos que estimulam a produção do colágeno e promovem um efeito rejuvenescedor, com resultado natural e progressivo, prevenindo e tratando a flacidez da cútis. Ao serem injetados, eles dão mais firmeza, textura e brilho ao induzir a formação de novos fibroblastos, e, com isso, estimular a produção do colágeno pelo próprio corpo. Entre os mais utilizados pelos dermatologistas estão a hidroxiapatita de cálcio e o ácido polilático, mais conhecidos pelos nomes comerciais Radiesse e Sculptra.

Protocolo Body Up e Face Up

O Radiesse e o Sculptra são os dois bioestimuladores de colágeno utilizados no Protocolo Body Up e Face Up, criado pela Dra. Raquel Lobato. Eles podem ser injetados nos braços, na parte interna da coxa, acima do joelho, no abdômen, nos glúteos e na face, estimulando a produção de colágeno e, consequentemente, reduzindo a flacidez nessas áreas. É recomendado que se faça pelo menos três aplicações, em intervalos de 30 a 40 dias, para que se tenha os melhores resultados. Posteriormente, a manutenção do tratamento é feita anualmente.

Indicação e durabilidade

A durabilidade do Protocolo Body Up e Face Up com bioestimuladores varia de 18 a 24 meses, dependendo da resposta do organismo de cada paciente, uma vez que, após o tratamento, a elasticidade da cútis pode ceder um pouco. O procedimento é indicado para todas as pessoas acima dos 25 anos, ou seja, todo mundo tem indicação de bioestimular colágeno para prevenir e para tratar a flacidez, pois ele é responsável por manter a pele do corpo firme.

Rotina diária de cuidados

Para melhorar o resultado do tratamento com os bioestimuladores, alguns cuidados devem ser tomados. A exposição solar excessiva, realização de exercícios físicos intensos, poluição e tabagismo são alguns fatores que podem acelerar a perda de colágeno. Por isso, alguns hábitos cotidianos são aliados no combate a diminuição dessa proteína em nosso organismo. É importante o uso de produtos ideais para o seu tipo de pele, desde hidratantes, esfoliantes, demaquilantes, tônicos e protetor solar, todos indicados por um dermatologista. Além dos cosméticos, outros hábitos que retardam a perda de colágeno são a alimentação saudável e rica em antioxidantes, não fumar, tomar bastante água, não exagerar no álcool e, claro, usar protetor solar diariamente.

O colágeno, por ser uma proteína, é formado por aminoácidos, três em específico: lisina, prolina e glicina. Logo, para recompô-lo no organismo, é preciso incluir alimentos ricos nesses nutrientes em sua dieta, por meio de uma alimentação equilibrada e variada com carnes, peixes, óleo de peixe, gelatina, leite desnatado, frutas cítricas, castanhas, amendoins, entre outros. A vitamina C participa da formação do colágeno, previne sua degradação natural e tem ação antioxidante; cobre, zinco, manganês e silício também atuam na formação da proteína. Existem também os suplementos de colágeno, que o fornecem de forma que o organismo o absorva mais facilmente, principalmente os hidrolisados com peptídeos bioativos.

Open chat